Skip to content

Alexandrismo sem espécie

“Caninamente e Humanamente são apenas advérbios… e como tal, nunca modificam um substantivo: SER.” – Alexandra Oliveira

Quem me dera poder semear, na tua consciência, um pequeníssimo grão, que fosse, da percepção do que transmite o olhar deste cão. Ali, então, da natural essência que te é, a ti e a ele, e a mim, comum – a essência de Ser Vivo – brotaria, fértil, alargado ao infinito, o reconhecimento, sem ervas daninhas de domínio ou de razão, do Ser que Sente – seja ele, em substância, humano… ou cão.

– Imagem (“Melga”) e texto © Alexandra Oliveira (OneLight*®) – Todos os direitos reservados – em “Caderno de Exercícios e Outras Facetas (In)dissociáveis entre mim” – Alexandrismos

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: